O ESCRITÓRIO FERNANDO RAMOS ADVOCACIA INTEGRA ATUALMENTE,
O DIREITO DE EMPRESA, COM ÊNFASE NO DIREITO TRIBUTÁRIO,
PRESTANDO ASSESSORIA JURÍDICA, CONSULTIVA E CONTENCIOSA.

Empresa recebe liminar para reinserção no Simples Nacional após exclusão por inadimplemento de baixo valor
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma empresa farmacêutica impetrou mandado de segurança contra ato do Delegado da Receita Federal do Brasil, pleiteando a reinclusão no Simples Nacional após a exclusão por inadimplemento de tributos no valor aproximado de 2 mil reais.

A empresa alegou que passava por problemas financeiros e deixou de efetuar o pagamento de contribuição previdenciária referente à competência de fevereiro de 2019, de forma que, após superada a dificuldade financeira, efetuou o pagamento em menos de 30 dias de atraso e também realizou o pagamento dos débitos junto ao Simples Nacional.

Para a Juíza da 2ª Vara Federal de Cascavel, o direito da empresa decorre da regularização de sua situação tributária, além do baixo valor da única parcela mensal paga com atraso, ficando evidente a desproporcionalidade da medida de exclusão do Simples Nacional determinada pela Receita Federal.

A Magistrada afirmou ainda que, em que pese a medida ser de caráter liminar, não fica evidenciado dano irreversível à Fazenda Pública que impeça a concessão da medida. Desta forma, a Juíza Federal Suane Moreira Oliveira, deferiu a medida liminar determinando a reinclusão da empresa ao Simples Nacional, com retroatividade da medida ao dia 1 de janeiro de 2020.

Assine nosso blog